quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

2015 - 2016 Um feliz e Santo Ano Novo

QUINTA-FEIRA:
 - Missa Vespertina da Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus - no Mucifal às 19h00 
- Missa e Oração na Igreja das Azenhas do Mar a partir das 22h30
(passagem de ano em oração e convívio)

SEXTA-FEIRA: 
- Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus. Missas em Almoçageme às 10h30 e em Colares às 12h00 e às 18h30.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

VENCER A INDIFERENÇA

PARA CHEGAR À PAZ
No início de mais um ano, que começa com a celebração do Dia Mundial da Paz, o Papa defende que é necessário vencer a indiferença, «uma ameaça para a família humana».

Francisco realça que a indiferença perante as tragédias tem rosto, «há quem esteja bem informado, ouça a rádio, leia os jornais ou veja programas de televisão, mas fá-lo de maneira entorpecida, quase numa condição de rendição: estas pessoas conhecem bem os dramas que afligem a humanidade, mas não se sentem envolvidas, não vivem a compaixão».

Na Mensagem  para o Dia Mundial da Paz, o Santo Padre recorda os momentos marcantes de 2015, «guerras e atos terroristas com trágicas consequências», ao ponto de assumir os contornos de uma «terceira guerra mundial por pedaços», mas assinala que, neste contexto, também se verificaram acontecimentos que «representam a capacidade de a humanidade agir» contra o mal.

Neste novo ano, Francisco pede que se faça «do amor, da compaixão, da misericórdia e da solidariedade um verdadeiro programa de vida» no sentido de transformar «o nosso coração de pedra num coração de carne, capaz de se abrir aos outros com autêntica solidariedade».

O pontífice conclui com um «triplo apelo» aos Estados: que se abstenham «de arrastar os outros povos para conflitos ou guerras que destroem não só as suas riquezas mas também – e por longo tempo – a sua integridade»; que cancelem ou façam uma «gestão sustentável da dívida internacional dos Estados mais pobres» e que adotem políticas respeitadoras dos valores das populações locais e, «de maneira nenhuma, lesem o direito fundamental e inalienável dos nascituros à vida».

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

NATAL DE QUEM ?

 Mulheres atarefadas
 Tratam do bacalhau,
 Do peru, das rabanadas.
 - Não esqueças o colorau,
 O azeite e o bolo-rei!
 - Está bem, eu sei!
 - E as garrafas de vinho?
 - Já vão a caminho!
 - Oh mãe, estou pr'a ver
 Que prendas vou ter.
 Que prendas terei?
 - Não sei, não sei...
 Num qualquer lado,
 Esquecido, abandonado,
 O Deus-Menino
 Murmura baixinho:
 -Então e Eu,
 Toda a gente Me esqueceu?

 Senta-se a família
 À volta da mesa.
 Não há sinal da cruz,
 Nem oração ou reza.
 Tilintam copos e talheres.
 Crianças, homens e mulheres
 Em eufórico ambiente.
 Lá fora tão frio,
 Cá dentro tão quente!
 Algures esquecido,
 Ouve-se Jesus dorido:
 - Então e Eu,
 Toda a gente Me esqueceu?

 Rasgam-se embrulhos,
 Admiram-se as prendas,
 Aumentam os barulhos
 Com mais oferendas.
 Amontoam-se sacos e papeis
 Sem regras nem leis.
 E Cristo Menino
 A fazer beicinho:
   - Então e Eu,
 Toda a gente Me esqueceu?

 O sono está a chegar.
 Tantos restos por mesa e chão!
 Cada um vai transportar
 Bem-estar no coração.
 A noite vai terminar
 E o Menino, quase a chorar:
 - Então e Eu,
Toda a gente Me esqueceu?

 Foi a festa do Meu Natal
 E, do princípio ao fim,
 Quem se lembrou de Mim?
 Não tive tecto nem afecto!
 Em tudo, tudo, eu medito
 E pergunto no fechar da luz:
   - Foi este o Natal de Jesus?!!!

(João Coelho dos Santos in Lágrima do Mar - 1996) 
O meu mais belo poema de Natal

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Destaques da semana Natalícia

- SEGUNDA-FEIRA:Confissões de preparação para o Natal, na Igreja de  Colares às 21h00.
- TERÇA-FEIRA: Dia de Jornada Vicarial de Reconciliação - na Igreja de São Miguel, em Sintra, com Adoração e confissões entre as 7h30 e as  23h00. Estarão confessores disponíveis a todas as horas. Haverá celebração penitencial às 21h30 presidida pelo Sr. Bispo Dom Joaquim Mendes.
- QUARTA-FEIRA: Confissões em Almoçageme às 10h00. Visita aos doentes que queiram confessar-se a partir das 11h00. .
- QUINTA-FEIRA: Missa do Galo, na Igreja de Colares às 24h00.
- SEXTA-FEIRA: Solenidade de Natal. Missas às 10h30 em Almoçageme, em Colares às 12h00 e no Mucifal às 18h30.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Vaticano: Papa celebra 79.º aniversário

Festa começou um dia antes, na Praça de São Pedro

Cidade do Vaticano, 17 dez 2015 (Ecclesia) - O Papa celebra hoje o seu 79.º aniversário, num dia que começa com a habitual Missa diária às 07h00 de Roma (menos uma em Lisboa) e prossegue com a habitual agenda de encontros.

Esta manhã, o Papa Francisco para além da audiência aos embaixadores da Guiné, Letónia, Índia e Barém, para apresentação de credenciais, recebeu também cerca de 60 crianças e jovens da Ação Católica Italiana, para as felicitações de Natal, que lhe cantaram os parabéns e oferecem um bolo de aniversário.

A celebração, no entanto, tinha começado já esta quarta-feira, no final da audiência pública semanal, com os fiéis reunidos na Praça de São Pedro a cantar os "parabéns"; Francisco recebeu ainda um bolo especial, em forma de "sombrero", oferecida por uma jornalista em nome do povo mexicano, que o aguarda na visita marcada para fevereiro de 2016.

Jorge Mario Bergoglio nasceu em Buenos Aires, capital da Argentina, a 17 de dezembro de 1936, filho de emigrantes italianos, e trabalhou como técnico químico antes de se decidir pelo sacerdócio, no seio da Companhia de Jesus, licenciando-se em filosofia antes do curso teológico.

Ordenado padre a 13 de dezembro de 1969, foi responsável pela formação dos novos jesuítas e depois provincial dos religiosos na Argentina (1973-1979).

João Paulo II nomeou-o bispo auxiliar de Buenos Aires em 1992 e foi ordenado bispo a 27 de junho desse ano, assumindo a liderança da diocese a 28 de fevereiro de 1998, após a morte do cardeal Antonio Quarracino.

O primaz da Argentina seria criado cardeal pelo Papa polaco a 21 de fevereiro de 2001, ano no qual foi relator da 10ª assembleia do Sínodo dos Bispos.

Tem como lema "Miserando atque eligendo", frase que evoca uma passagem do Evangelho segundo São Mateus: "Olhou-o com misericórdia e escolheu-o."

O cardeal Jorge Mario Bergoglio seria eleito como sucessor de Bento XVI a 13 de março de 2013, após a renúncia do agora Papa emérito; assumiu o inédito nome de Francisco, é o primeiro Papa jesuíta na história da Igreja e também o primeiro pontífice sul-americano.

Em 32 meses, o Papa argentino visitou o Brasil, Jordânia, Israel, Palestina, Coreia do Sul, Turquia, Sri Lanka, Filipinas, Equador, Bolívia, Paraguai, Cuba e Estados Unidos da América, Quénia, Uganda e República Centro-Africana, bem como as cidades de Estrasburgo (França), onde passou pelo Parlamento Europeu e o Conselho da Europa, Tirana (Albânia) e Sarajevo (Bósnia-Herzegovina).

Realizou também dez viagens em Itália, incluindo uma passagem pela ilha de Lampedusa e uma homenagem no centenário no início da I Guerra Mundial, para além de outras visitas a paróquias na Diocese de Roma.

As Filipinas acolheram a 18 de janeiro a maior celebração do atual pontificado, junto ao estádio -Quirino Grandstand-, na área do Parque Rizal, com seis milhões de participantes, o que representa um recorde na história da Igreja Católica.

Entre os principais documentos do atual pontificado estão as encíclicas 'Laudato si', dedicada a questões ecológicas, a 'Lumen Fidei' (A luz da Fé), que recolhe reflexões de Bento XVI, e a exortação apostólica 'Evangelii Gaudium' (A alegria do Evangelho).

O Papa promoveu um Sínodo sobre a Família, em duas sessões, com consultas alargadas às comunidades católicas, e deu início ao Jubileu da Misericórdia, terceiro ano santo extraordinário na história da Igreja Católica, 50 anos depois do encerramento do Concílio Vaticano II.

OC

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Noticias da "Menina Geni"

Respondendo a alguém que à um tempo atrás perguntava pela Menina Geni, (para mim a Ni), estive ontem com ela, está no Lar Paroquial de S. João das Lampas, a ser muito bem tratada e muito bem acompanhada.
Infelizmente não poderei dizer que está muito bem. Depois de ter feito um esforço enorme, conseguiu pronunciar de uma forma clara, 4 palavras: "Domingo", "a mana?", "pois", "obrigado" as outras foram ditas com a alma, a olhar nos meus olhos e a fazer um esforço enorme para conseguir fazer-se entender.
E mais uma vez, esta bonita alma, deixa-me uma grande lição, sem comunicar por palavras, apenas a tocar a minha mão e a olhar nos meus olhos, Ela disse-me que valei a pena, e disse-me também que o tempo que passamos nesta terra, não tem sentido, se não fizermos a diferença na vida de alguém e que o dom maior que podemos ter é amar sem medida, e por fim olhou-me nos olhos, apertou-me ligeiramente a mão e "disse-me" tal como sempre o fazia quando me via - "estás tão bonita Paula!"
Achei importante deixar este testemunho, pois sem dúvida esta mulher fez a diferença na vida de muitos de nós, deixando impresso as marcas de um Jesus Vivo e Ressuscitado.
Ana Paula Mata

Hoje - Azenhas do Mar - Oração Mariana

19h00 - Confissões 
20h30 - Oração do Rosário
21hoo - Missa

Conferências/catequeses “A Vida em Cristo”

Queridos Amigos,
Depois do óptimo começo das conferências/catequeses “A Vida em Cristo”, damos continuidade a esta iniciativa já nesta sexta-feira 11 de Dezembro às 21h na Igreja Paroquial de Colares. O nosso convidado será desta vez o Pe. Miguel Cabral que nos irá falar sobre o tema A Missa é o Céu na Terra? O Mistério da Eucaristia: Misericórdia Divina. Em anexo encontram o cartaz desta sessão, que pensamos que irá ser muito interessante.
Para quem quiser teremos a seguir um pequeno convívio (partilhado) com chá/bolos vinho/queijos na Varanda do Centro Paroquial.
Venham e tragam amigos e família! Divulguem!
Contamos com todos!

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Jubileu: Papa abriu Porta Santa na Basílica de São Pedro

Francisco foi o primeiro a atravessar, seguido pelo Papa emérito Bento XVI

Cidade do Vaticano, 08 dez 2015 (Ecclesia) - O Papa presidiu hoje, solenidade da Imaculada Conceição, à abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, dando início ao 29.º Jubileu da Igreja Católica.

"Abri-me as portas da justiça", pediu Francisco, no breve ritual que decorreu no fim da Missa a que presidiu na Praça de São Pedro, antes de empurrar as portas, fechadas desde o Jubileu do ano 2000.

O Papa foi o primeiro a atravessar a Porta Santa, recolhendo-se depois em oração durante alguns momentos, em silêncio, sendo seguido pelo Papa emérito Bento XVI, que se deslocava com o apoio de uma bengala e ajuda do seu secretário pessoal.

Francisco falou num gesto "simples mas altamente simbólico".

Após a passagem do Papa emérito, atravaessaram cardeais, bispos e representantes de sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos, em procissão até ao túmulo de São Pedro.

Este gesto simbólico vai repetir-se em todas as dioceses do mundo no domingo seguinte e o próprio Francisco Papa vai presidir à Missa com a abertura da Porta Santa da Basílica de São João de Latrão, Catedral de Roma, a 13 de dezembro, III Domingo do Advento.

A cerimónia, que reuniu dezenas de milhares de pessoas na Praça de São Pedro, teve início às 09h30 locais (08h30 em Lisboa), com transmissão mundial.

"Entrar por aquela Porta significa descobrir a profundidade da misericórdia do Pai que a todos acolhe e vai pessoalmente ao encontro de cada um. Neste Ano, deveremos crescer na convicção da misericórdia", pediu o Papa Francisco, na homilia.


A intervenção lamentou a "injustiça" que se faz a Deus quando se afirma, em primeiro lugar, que os pecados são "punidos pelo seu julgamento", sem colocar em primeiro lugar, pelo contrário, que "são perdoados pela sua misericórdia".

"Que o cruzamento da Porta Santa nos faça sentir participantes deste mistério de amor. Ponhamos de lado qualquer forma de medo e temor, porque não se coaduna em quem é amado; vivamos, antes, a alegria do encontro com a graça que tudo transforma", apelou.

Até hoje houve 26 anos santos ordinários e dois extraordinários (anos santos da Reden­ção): em 1933 (Pio IX) e 1983 (João Paulo II).

O anúncio deste Jubileu da Misericórdia aconteceu a 13 de março, no Vaticano, quando o Papa explicou que a iniciativa nasceu da sua intenção de tornar “mais evidente” a missão da Igreja de ser “testemunha da misericórdia”.

OC

C03 - Os Defeitos de Maria - Imaculada Conceição (Ano C) - P. Abel Ferreira


DESAFIO-TE:
Neste Avento, tem um gesto de carinho com a tua Mãe.


«Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo»

A história de Maria pode ser a tua história: Meditação sobre o Evangelho da Imaculada Conceição
O anjo Gabriel veio até ela. É belo pensar que Deus te acaricia, te toca na tua vida diária, na tua casa. Fá-lo num dia de festa, no tempo das lágrimas ou quando dizes a quem amas as palavras mais belas que conheces

- QUARTA-FEIRA:

Confissões em Almoçageme às 10h00. 
Visita aos doentes do Mucifal a partir das 15h00. 
Azenhas do Mar: Oração Mariana, 19h00 cofissões, 20h30 oração do Rosário, 21h00 Missa

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Imaculada Conceição – Bênção das grávidas

Dia 8 de Dezembro, solenidade da Imaculada Conceição de Maria, propomos a toda a diocese a celebração da bênção das grávidas. Para tal propomos a seguinte oração, que convidamos a rezar com a sua família.

Ó Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe, estrela da nova evangelização,Senhora da vida, intercedei ao vosso Divino Filho por todas as mulheres que esperam o nascimento dos seus filhos, para que cada mãe que acalenta no seu seio uma vida nascente, viva na saúde da alma e do corpo a alegria do amor de Deus pela humanidade. Ó Maria bem-aventurada perante todas as gerações, porque o Todo-Poderoso realizou em vós maravilhas, rogai a Deus por todas as mulheres grávidas, com o vosso amor de Mãe, Mestra e Rainha portadora da salvação, para que as abençoe, proteja e guarde na paz, alegria, fidelidade e bem-estar. Nós vos pedimos por vosso Filho Jesus Cristo, que é Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Ámen

- Ulgueira - 3ª Feira 8 de Dezembro

 dia da Padroeira  
Nossa Senhora da Conceição 
15h00 Missa seguida de Procissão

domingo, 6 de dezembro de 2015

Lisboa | DECRETO DO CARDEAL-PATRIARCA DE LISBOA

Igrejas Jubilares na diocese para o Ano da Misericórdia
O Cardeal-Patriarca de Lisboa estabeleceu 17 igrejas jubilares – uma por cada vigararia da diocese – para o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, que tem início a 8 de dezembro próximo.

“Para que, não apenas em Roma, mas em todas as Igrejas particulares se viva o Jubileu como um momento extraordinário de graça e renovação espiritual, o Santo Padre estabelece que na Igreja Catedral e noutras igrejas da Diocese se abra uma ‘Porta da Misericórdia’ onde os fiéis, atravessando-a, possam ser abraçados pela misericórdia de Deus e se comprometam a serem misericordiosos com os outros, como o Pai o é connosco”, refere o decreto de D. Manuel Clemente. Recorde-se que no Patriarcado de Lisboa o Ano da Misericórdia tem início no dia 13 de dezembro, Domingo, com uma celebração na Sé Patriarcal, às 11h30.

Igrejas Jubilares:
Vigararia Lisboa I: Igreja de São Roque da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
Vigararia Lisboa II: Igreja de Cristo Rei (Portela)
Vigararia Lisboa III: Basílica da Estrela
Vigararia Lisboa IV: Igreja de São João de Deus (Lisboa)
Vigararia de Alcobaça-Nazaré: Santuário de Nossa Senhora da Nazaré
Vigararia de Alenquer: Santuário de Nossa Senhora da Piedade (Merceana)
Vigararia de Amadora: Igreja da Divina Misericórdia (Alfragide)
Vigararia de Caldas da Rainha-Peniche: Santuário do Senhor da Pedra (Óbidos)
Vigararia de Cascais: Igreja de São Domingos de Rana (Cascais)
Vigararia de Loures-Odivelas: Igreja de Santo Adrião (Póvoa de Santo Adrião)
Vigararia de Lourinhã: Santuário do Senhor Jesus do Carvalhal
Vigararia de Mafra: Basílica de Mafra
Vigararia de Oeiras: Igreja de Nossa Senhora da Purificação (Oeiras)
Vigararia de Sacavém: Santuário de Nossa Senhora da Saúde (Sacavém)
Vigararia de Sintra: Igreja de São Miguel (Sintra)
Vigararia de Torres Vedras: Igreja da Graça (Torres Vedras)
Vigararia de Vila Franca de Xira-Azambuja: Igreja dos Pastorinhos (Alverca)

sábado, 5 de dezembro de 2015

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Vaticano: 1000 dias com o Papa Francisco

ECCLESIA assinala data com recolha de imagens mais significativas do pontificado

Lisboa, 23 nov 2015 (Ecclesia) - A Agência ECCLESIA vai assinalar os primeiros 1000 dias do pontificado de Francisco com 1000 imagens que marcam o quotidiano do Papa.

Eleito no dia 13 de março de 2013, Francisco completa 1000 dias de pontificado a 8 de dezembro de 2015.

A escolha das imagens é feita por todos os que quiserem participar no desafio proposto pela Agência ECCLESIA: enviar uma imagem tirada com o Papa ou um momento do pontificado de Francisco que tenha sido particularmente marcante, seja nos encontros públicos seja nas suas expressões.

O envio das imagens pode ser feito por email para 1000diascomfrancisco@ecclesia.pt ou através de mensagem na página da Agência Ecclesia no Facebook.

1000 imagens recolhidas serão publicadas na edição do semanário digital do dia 3 de dezembro de 2015.

Jorge Mario Bergoglio, de 78 anos de idade, foi eleito como sucessor de Bento XVI após a renúncia do agora Papa emérito; Francisco é o primeiro Papa jesuíta na história da Igreja e também o primeiro pontífice sul-americano.

Em 32 meses, o Papa argentino visitou o Brasil, Jordânia, Israel, Palestina, Coreia do Sul, Turquia, Sri Lanka, Filipinas, Equador, Bolívia, Paraguai, Cuba e Estados Unidos da América bem como as cidades de Estrasburgo (França), onde passou pelo Parlamento Europeu e o Conselho da Europa, Tirana (Albânia) e Sarajevo (Bósnia-Herzegovina).

Realizou também dez viagens em Itália, incluindo uma passagem pela ilha de Lampedusa e uma homenagem no centenário no início da I Guerra Mundial, para além de outras visitas a paróquias na Diocese de Roma.

As Filipinas acolheram a 18 de janeiro a maior celebração do atual pontificado, junto ao estádio ‘Quirino Grandstand’, na área do Parque Rizal, com seis milhões de participantes, o que representa um recorde na história da Igreja Católica.

Entre os principais documentos do atual pontificado estão as encíclicas ‘Laudato si’, dedicada a questões ecológicas, a ‘Lumen Fidei’ (A luz da Fé), que recolhe reflexões de Bento XVI, e a exortação apostólica ‘Evangelii Gaudium’ (A alegria do Evangelho).

O Papa argentino promoveu um Sínodo sobre a Família, em duas sessões, com consultas alargadas às comunidades católicas, e simplificou os processos de nulidade matrimonial.

Francisco está a promover uma reforma da Cúria Romana, a começar pelo setor administrativo-financeiro, com auditorias externas às contas do Vaticano e a criação de uma Secretaria para a Economia na Santa Sé, para além da implementação de medidas de transparência financeira no Instituto para as Obras de Religião (IOR, conhecido como Banco do Vaticano).

Além das várias críticas a um sistema económico e financeiro que “mata”, o Papa tem apelado à paz nas várias regiões do mundo afetadas por conflitos, assumindo a defesa dos cristãos no Médio Oriente, perseguidos pelo autoproclamado ‘Estado Islâmico’, e criticando quem justifica ataques terroristas com as suas convicções religiosas.

O Papa criou 38 novos cardeais, incluindo D. Manuel Clemente, patriarca de Lisboa, e prelados de Cabo Verde, Etiópia, Mianmar, Panamá, Tonga, Tailândia e Vietname, entre outros.

O futuro próximo inclui, além da viagem a África entre os dias 25 e 30 deste mês, a celebração de um Jubileu da Misericórdia e viagens programadas para 2016 ao México e à Polónia, sede da Jornada Mundial da Juventude.

PR/OC

Pastoral da Cultura

“O Evangelho e a vida”: Cardeal-patriarca de Lisboa medita nos Evangelhos de domingo Clique no titulo
As meditações do cardeal-patriarca de Lisboa incidem sobre as leituras do Evangelho proclamadas nas missas dominicais do ano litúrgico “C”, que começou no passado domingo. O excerto que apresentamos centra-se no trecho evangélico de 6 de dezembro, segundo domingo do Advento (Lucas 3, 1-6), que narra o apelo à penitência feito por João Batista, precursor de Cristo.

Inscrição no Concurso de coroas de Advento 2015

O Sonho missionário de levar a luz de Cristo a todas as famílias...
1. Objectivos
Com o objetivo de promover a preparação em família da celebração do nascimento de Cristo, o setor da Pastoral da Família do Patriarcado de Lisboa promove um concurso de coroas de Advento, sob o título “O Sonho missionário de levar a luz de Cristo a todas as famílias”.
2. Concorrentes
Podem concorrer todas as famílias da diocese de Lisboa.
3. Inscrição
Cada família enviará uma fotografia da sua coroa de Advento e um texto que não deve exceder os 1.500 caracteres. Este texto poderá ser uma oração, uma reflexão sobre o tema do concurso ou uma partilha sobre como se preparam para o Natal.
As inscrições devem ser enviadas pelo site http://www.familia.patriarcado-lisboa.pt/eventos/inscrições/367-inscrição-no-concurso-de-coroas-advento-2015  ou pelo mail família@patriarcado-lisboa.pt até ao dia 31 de Dezembro de 2015.
4. Prémios a atribuir
Todas as fotografias e textos serão publicados no site http://familia.patriarcado-lisboa.pt/, onde será anunciado o vencedor no dia 6 de Janeiro de 2016.
O vencedor será publicado na rubrica familiarmente do Jornal Voz da Verdade de 10 de Janeiro de 2016.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Calendário do Advento

Clique na imagem

ADVENTO - 2015

Clique para texto completo:

- Catequese -

Claustros 
Estamos a celebrar o ano da Vida Consagrada e a catequese decidiu ir fazer uma visita ao Convento Franciscano, o convento de Santo António em Varatojo.
No dia 14 de dezembro às 8h 30mn as catequistas, os catequizados e alguns pais partiram em direcção ao Varatojo.
A Vida Consagrada é o nome que a igreja católica dá ao modo de viver das pessoas que deixaram as suas vidas profissionais e familiares e o seu próprio estado no mundo, numa tentativa de abnegação de si mesmo na vivência de votos ou conselhos evangélicos em restrito seguimento de Jesus Cristo numa busca de cristianismo em vista do serviço à igreja na evangelização, intercessão e promoção da dignidade humana.
Comemos uma bolacha
Nós catequistas decidimos mostrar como esta vida é, no dia a dia dos consagrados
E assim quando chegamos ao Convento comemos uma bolacha, fizemos um jogo, estava um dia lindo, cheio de sol, e o espaço é muito bonito com uma vista espetacular. Entretanto chega o Frade Fernando que esteve connosco toda a manhã e parte da tarde. De uma forma muito alegre, sempre com um sorriso na cara, mostrou-nos o convento e contou-nos um pouco da história do espaço: Que foi oferecido por D. Afonso V em 1470 depois de este ter prometido a Santo António em resultado do auxilio para as campanhas do Norte de África. Em meados do
Fizemos um jogo

séc. XVI depois do terramoto de 1531 D. João III mandou fazer obras. Em 1739 foi acrescentado um novo piso para albergar o noviciado do colégio. Em 1845 o edifício monacal (conventual), foi vendido em hasta pública ao Barão da Torre de Moncorvo. Em 1861 os frades franciscanos compram o convento ao herdeiro do barão. Em 1910 depois da implantação da Republica os frades são obrigados a abandonar o mosteiro, só em 1928 a comunidade franciscana voltou a ocupar o mosteiro, altura em que o Governo português entregou o espaço às Missões Franciscanas Portuguesas, mantendo-se na posse destes até hoje
Chega  o Frade Frenando 

.
Foi um testemunho muito simpático e divertido, até cantamos e fizemos algum exercício.Almoçamos no exterior, corremos nos jardins, e de regresso viemos pela Ericeira sempre com o sol a acompanhar-nos. Foi um dia muito bom.
Texto: Cristina Maria Cosme Moreira
Fotos: Isabel Santos

Ouvindo a história
Foi um testemunho muito simpático
O espaço
Pelo claustro