sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Presépio na Cidade

Via da Alegria percorre as ruas da Baixa de Lisboa 
Decorre este sábado, 20 de dezembro, na Baixa lisboeta, a Via da Alegria, “uma procissão pelas ruas de Lisboa que simboliza o caminho que a Sagrada Família fez até Belém, onde Maria deu à Luz, Jesus, o Salvador do Mundo”, refere uma nota do Presépio na Cidade, que organiza esta iniciativa.   A Via da Alegria tem início às 15h00, com um...
ver [+]

- Partilha -

A CHATA HOJE VEIO À 5ª FEIRA!
OLÁ AMIGOS!
Sabiam que o Evangelho da liturgia de hoje começa assim:"Genealogia de Jesus Cristo,..."
(Mateus 1, 1-17 para quem quiser ler a sequência desde David até Jesus).
É a sequência de uma longa história do AMOR de DEUS para com a Humanidade, na qual Ele se vem aproximando de nós, preparando-nos o coração para podermos receber o dom maior do Seu coração, que é o Seu próprio Filho encarnado, um dia, no seio de Maria.
Hoje, que Ele já veio até nós, continuamos a preparar a Sua chegada.... e prepara os nossos corações ..... Ainda não estamos preparados! Tanta coisa a desamarrar, tanta coisa que nos impede de Te receber, não só agora na quadra do Natal, mas durante todo o ano..... e por isso dizemos:
                                                   VEM SENHOR JESUS
Vem trazer Jesus a paz e a justiça e que a nossa Terra se vista com as cores da esperança para Te receber....
Vem, vem ensinar-nos a AMAR, como só Tu sabes.... AMOR que é perdão, acolhimento, serviço e doação. Não importa a cor da pele, a língua que nos separa ou a religião que ainda não nos congrega à Tua volta..... 
Vem Senhor Jesus ensina-nos, não só no Advento ou no Dia de Natal .... vem aos nossos corações .... ajuda-nos a transformar o que está errado, no certo e o mal em bem .....
Não pode ser só um dia, não pode ser só 4 semanas.... é a nossa VIDA.
A Tua a dás por nós! Como Tu a dás por mim, também eu quero dar-Te a minha. A minha vida!  Mas como diz S. Paulo "faço o que não quero e não faço o que quero", assim, também eu Senhor o faço! 
Vivi tantos momentos esquecida do Teu Evangelho, tantas vezes Te fechei os olhos e os ouvidos.... Tantas vezes Te esqueço, mas Tu continuas aí enviando-me sinais da Tua ternura com esperança de mudança.
Obrigada, Senhor Jesus por não desistires de mim.

Vou acabar! Para uma 5ª feira já vos importunei demais, mas senti necessidade de parar o meu trabalho (imenso e desorganizado) para pôr estas "conversas" com o meu Deus em ordem. Peço-vos desculpa por isso.... (é como se fosse uma penitência!)
Abraço em Cristo, agora na ternura de Menino mas, em breve, FESTEJADO no Mistério do Seu Amor, 
ana saldanha (elemento da Equipa Casais Stª Maria/Colares)

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

- Aniversário Papa Francisco -


Natal de Jesus no natal do papa Francisco
No dia 17 de dezembro de 2014, em que o papa Francisco completa 78 anos, recordamos a homilia que proferiu na noite de Natal de 2010, na catedral de Buenos Aires, Argentina.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

«Nunca condenar»: Papa alerta para hipocrisia e vida cristã dominada por preceitos
O papa Francisco criticou o «coração hipócrita» dos chefes dos sacerdotes ao tempo de Cristo, nomeadamente no que respeita ao cumprimento de preceitos religiosos que excluem a proximidade e a misericórdia, e vincou a necessidade de os cristãos se centrarem no essencial da fé.
Para ler mais clique no titulo
Porquê dar presentes no Natal?
Saber oferecer, mas também saber receber. Num presente, tudo conta, cada um tem a sua linguagem. Algumas pessoas não gostam de os aceitar. E há toda uma arte de os receber: não esperar demasiado deles, deixá-los falar, deixá-los dizer o amor de que são portadores.
Para ver mais, clique no titulo

domingo, 14 de dezembro de 2014

O pobre é o preferido de Deus, o pobre ensina-nos, o pobre evangeliza-nos: Papa sublinha «opção pelos últimos»
«O mundo atual tem, urgentemente, necessidade de misericórdia divina. Enquanto que hoje a pessoa humana é muitas vezes rejeitada como inútil quando deixa de ser rentável, Deus, ao contrário, reconhece sempre nela a dignidade e a nobreza de um filho bem amado; ela tem um lugar de eleição no seu coração. O pobre é o preferido do Senhor, está no centro do Evangelho.»

3º Domingo do Advento – Ano B

Evangelho - Jo 1,6-8.19-28
Comentário Breve
A missão de João é “dar testemunho da luz”. 
A “luz”, no Evangelho de João, representa essa realidade que vem de Deus e com a qual Deus se propõe construir para os homens um mundo novo de vida definitiva e de felicidade total. 
João não actua por sua própria iniciativa, mas em resposta à escolha divina e para concretizar uma missão que Deus lhe confiou.
Contudo, não tem a capacidade de eliminar as trevas que escurecem e desfeiam a vida dos homens, porque não tem a capacidade de dar vida aos homens. João é apenas “a testemunha” que vem preparar os homens para acolher esse que vai chegar e que será “a luz" a "vida”.
Por isso, João rejeita que lhe atribuam nenhuma função que possa centrar a atenção na sua própria pessoa. A testemunha não aparece para falar de si, não atrai os olhares para a sua pessoa, mas para aquele de quem vem falar.
As suas três respostas são rotundas negativas. Ele não busca a sua glória ou a sua afirmação, nem vem em seu próprio nome; a sua missão consiste em dar testemunho da “luz” e é para essa “luz” que os holofotes devem ser apontados.
À objecção que recebe pelo facto de baptizar, João com que diz que se trata apenas de um símbolo de transformação e de adesão a uma nova realidade. 
Daí o desafio de primeiro olhar para essa nova realidade que já está no meio do Povo e que o Messias veio oferecer. É o baptismo do Messias (o baptismo no Espírito) que transformará totalmente os corações dos homens, os fará livres e lhes dará a vida definitiva. Esse que vem baptizar no Espírito já está presente, a fim de iniciar a sua obra libertadora. Procurai conhecê-lo – isto é, escutá-lo e acolher a sua proposta de vida e de libertação”.
Hoje questionemo-nos sobre o que é que nos escraviza e impede de ser plenamente feliz? O que é que na minha vida gera desilusão, frustração, desencanto, sofrimento?
Convidados a olhar para Jesus, perguntemo-nos que significado é que Jesus e a sua proposta assumem no meu dia a dia?
Quando celebro o nascimento de Jesus, celebro um acontecimento do passado que deixou a sua marca na história, ou celebro o encontro com alguém que é “a luz” que ilumina a minha existência e que enche a minha vida de paz, de alegria, de liberdade?
A liturgia convida-nos, neste Domingo da Alegria, à desinstalação, a fim de que o Senhor que vem possa nascer na nossa vida.

sábado, 13 de dezembro de 2014

- INFORMAÇÃO -


- Recorda-se que estão abertas no Cartório Paroquial as inscrições para o concurso de presépios e que se aguarda até ao dia de Natal a recepção dos postais de Natal das crianças e jovens, para o concurso de postais. Bem como continua a decorrer a campanha “um pacote em cada mão” que visa a recolha de alimentos para as famílias carenciadas.

- Partilha -

Reunião conciliar das minhas amigas GAIVOTAS - Praia das Maçãs , hoje 12/12/2014 às 08.15 h
As minhas amigas gaivotas iniciaram o seu concílio, presidido pela gaivota rainha  sob o tema: "Quem é  ELE?"
Dado início e feitas as considerações necessárias, eis que lá do fundo uma diz: "Ah Ele é de esquerda"
Outra responde rapidamente: "Nem penses, conservador como Ele é, poderá alguma vez ser de esquerda?". Alguma diz: "Nada disso, Ele é  um mestre exigente, só  exige... só  quer!"
"Engano teu, cara colega, Ele até  nem julga ninguém. Peca e  depois  na hora de passares para o lado de lá arrepende-te... Ele Perdoa-te! Não dizem que é infinito de Misericórdia?".
"Bem já vamos a divagar demais perdendo tempo com tantas opiniões. Estou a ver que cada uma O vê à sua medida". Intervenção esta, com palavras sabias, da presidente da mesa que prosseguiu "Meninas, vamos lá acalmar e pensar se não é já tempo para deixarmos o "diz que disse" e pensarmos seriamente  no Advento?!  Que tempo é este e como podemos limar as nossas rotas de forma a poder recebe-Lo com alegria na nossa praia e em cada uma de nós".
Um certo  burburinho e inquietação surge na praia, como que acompanhando o chamamento do vai e vem das ondas gigantes.
"Silêncio" - pede a rainha batendo as asas sobre a rocha.
"Vamos ser coerentes e construir uma imagem sólida de Jesus através dos Evangelhos que Ele nos entregou. Vamos percorrer as páginas da Sua Vida e descobriremos quem é  este Jesus de que tanto se fala e que muito AMA".
"A nós?" pergunta a que está à frente. "Ele, expressão do Pai, ama toda a Criação, porque O Pai tudo criou e viu que tudo era bom. Tu fazes parte dessa Criação!"
"Façamos em unisso um pedido ao esperado Messias: - Aqui estamos, Senhor, de olhos e asas abertas e coração disponível. Queremos ver-Te e, quando voarmos bem alto, deixar que toques o nosso coração para que não haja mais barreiras entre nós.... Para Te podermos conhecer mais e melhor e não falarmos de Ti à toa, como cabeças ao vento.
Ajuda-nos a fazer do nosso voo uma auto estrada para podermos chegar a Ti e Tu a nós, sem desvios..."
"Agora, que já percebemos que sabemos muito pouco sobre Ele, vamos tentar descobri- Lo nas nossas vidas e vive-Lo com o nosso testemunho. Dou por terminada esta  reunião esperando conciliar os vossos pequeninos corações".

Assim, dei por terminada a minha presença na praia, após levantamento das gaivotas vendo-as até o seu desaparecimento no meu horizonte.
ana saldanha (elemento da Equipa Casais Stª Maria/Colares)

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

A Chata no II DOMINGO DO ADVENTO (Marcos 1,1-8)

Olá, boa noite!
Venho apenas, num instante, partilhar convosco algumas frases do evangelista Marcos que foram lidas na Eucaristia do domingo passado que para mim fizeram eco especial.
Ele começa o seu Evangelho desta forma: "Principio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus". Prossegue fazendo  menção a uma passagem bíblica do Antigo Testamento, do profeta Isaías que nos diz : "Vou mandar à Tua frente  o Meu mensageiro, que preparará o Teu caminho. Uma voz clama no deserto "preparai o caminho do Senhor endireitai as suas veredas".
Marcos, primeiro reconhece JC como Filho de Deus e liga-O de imediato ao Antigo Testamento, como confirmando a profecia feita há anos atrás, dando-lhe veracidade.
Penso que é maravilhoso reconhecermos que o nosso Deus é um Deus que caminha fazendo história connosco. Um Deus que cumpre, porque está!
Esta figura, que apareceu no deserto é João, o Baptista. Indicava caminhos de conversão, (endireitar as veredas) baptizando nas águas do Jordão dizia que "Vai chegar depois de mim quem é mais forte....... Eu baptizo-vos na água, mas Ele baptizar-vos-á no Espírito Santo". O meu baptismo!
Á semelhança de Jesus a pregação de João é um convite à conversão de vida, que nos conduz à liberdade. A conversão não é sinónima de tristeza é antes alegria porque optamos por um bem maior. É certo que, na conversão, não deixamos de ter problemas de saúde ou emocionais, falta de alguns bens materiais, ou de outro género. É certo que choramos e nos arreliamos, como qualquer ser da nossa espécie, mas a forma como entendemos ou agimos é diferente.... (devia ser!). A visão do mundo é vista de um outro prisma, com sabor a eternidade... Será que é assim que sempre me acontece? Deus vem ao meu mundo, para que eu possa ir ao d'Ele.....! E daqui sai uma questão: que ando a fazer com a minha vida? Como conduzi-la? Que lugar tem Jesus na minha vida? Como preparo o meu caminho? Endireitando as minhas veredas (arestas do meu coração e pensamento) para que o Senhor Deus possa entrar na minha vida?
Advento é preparar a chegada.... mas Ele está sempre a chegar...! Será que eu a preparo apenas agora ou faço da minha vida um tempo constante de Advento?
Hoje Te peço Senhor, ajuda-me, neste Advento, a descobrir os obstáculos que  impedem  o nosso encontro, para que eu possa tirar da minha frente tudo aquilo que impede a Tua chegada.
Um abraço amigo com Maria, Nª Srª da Conceição, nesta caminhada para DEUS, através de JESUS,

ana saldanha (elemento da Equipa Casais Stª Maria/Colares)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

-- Neste Advento vamos dar o nosso sim -

- SÁBADO: Mercado de Natal na Varanda de Colares, entre as 11h00 e a 18h00, revertendo a favor das famílias carenciadas e idosos da Paróquia. 




- DOMINGO: – Festa de Natal da catequese no Centro Social Paroquial de Colares com início às 10h00 e terminando com Missa às 12h00. 








- Reflexão sobre o Advento: segunda-feira dia 15 de dezembro, com o Pe. Dário Pedroso, na Igreja de Colares às 21h00.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A Imaculada Conceição e a história de Portugal
O dia 8 de dezembro transcende o “Dia Santo” dos Católicos e engloba indubitavelmente a comemoração da Independência de Portugal, que o dia 1 de dezembro retoma. O feriado do dia 8 de dezembro é religioso, mas é também celebrativo da cultura, da tradição e da espiritualidade da alma e da identidade do povo português.
Clique no titulo para ler mais