domingo, 1 de maio de 2016

Neste dia 1 de Maio assinalamos o dia da mãe, com uma proposta de oração em família.

Oração para o dia da mãe


Maria, Mãe de todas as mães,
a ti acorremos como modelo e exemplo
do Sim cheio de afecto e confiança.

Todas as mães desta diocese de Lisboa
te louvam e bendizem porque aceitaste
ser a concretização do plano de Deus
para a salvação da humanidade.

Nós te pedimos, Mãe de Jesus e nossa Mãe,
dá-nos a graça de consagrarmos totalmente a Deus, a dedicação da nossa vontade
e a sinceridade do nosso coração.

Ó Maria, Mãe do Céu,
Ajuda-nos a ensinar aos nossos filhos
o Sim da obediência,
na confiança da fé que lhes transmitimos.

Torna-nos capazes, Mãe querida,
de nunca nos separarmos
do amor de teu Filho, Jesus.

A ti nos confiamos,
para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Ámen

sábado, 30 de abril de 2016

Ulgueira - Domingo, 1 de Maio - Inicio do Mês de Maria

Missa às 21h00, seguida de Procissão de velas em honra de Nossa Senhora de Fátima.

Maio mês de Maria

PROCISSÃO DAS VELAS
Em honra de Nossa Senhora de Fátima


Dia 1 - Ulgueira 
Dia 7 - Praia das Maçãs
Dia 12 - Mucifal 
Dia 13 - Eugaria 
Dia 14 - Penedo
Dia 21 - Almoçageme
Dia 22 - Azoia 
Dia 29 - Azenhas do Mar 
Dia 31 - Colares

C29 - Mailbox - 6.º Domingo Páscoa (Ano C) - P. Luís Pardal

DESAFIO-TE:
Esta semana abre a Bíblia ao calhas e descobre o que Jesus tem para te dizer.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Papa afirma que continuam resistências ao Espírito Santo e lembra exemplo do Vaticano II

Descida do Espírito Santo sobre os apóstolos
(det.) | Duccio | 1308-1311

«Quando o Espírito nos surpreende com alguma coisa que parece nova ou que “nunca se fez assim”, “deve fazer-se assim”, pensai no Vaticano II, nas resistências que teve o Concílio Vaticano II. E digo isto porque é o que está mais próximo de nós. Quantas resistências. Ainda hoje resistências que continuam, de uma forma ou de outra.»  

Saiba mais

quarta-feira, 27 de abril de 2016

“Fátima – O dia em que o Sol bailou”: Estreia coreografia e multimédia que projetam aparições para a atualidade

Póster (det.) | D.R.
A mensagem das aparições da Virgem Maria na Cova da Iria, ocorridas em 1917, vai ser recriada num espetáculo que cruza a dança e meios multimédia, como vídeo, holograma e cenografia a três dimensões.

O projeto “Fátima – O dia em que o Sol bailou”, apresentado no âmbito da programação do centenário das aparições, à companhia Vortice Dance Company, que para o efeito convocou artistas de várias nacionalidades, refere um comunicado do Santuário enviado hoje ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

«Trata-se de um projeto que, focando as aparições de Fátima e o seu reflexo na história contemporânea, procura esboçar um retrato do acontecimento que marcou o século XX», explica a nota de imprensa.

Os acontecimentos evocados na coreografia, como a Virgem «a apontar o terço como instrumento para a paz no mundo», «o quadro belo e desafiante do Coração sem mancha, que se oferece por amor, ou o apoteótico quadro do sol a bailar ao ritmo da bênção de Deus encontram paralelo em situações presentes em que a fé, a esperança e a caridade inspiram uma atitude de coragem, de entrega generosa e perseverança, de oração como encontro com Deus e com os irmãos».

Resultante de uma encomenda do Santuário de Fátima, o espetáculo coreografado pelos diretores artísticos Cláudia Martins e Rafael Carriço vai ter antestreia, reservada às escolas e colégios de Fátima e Leiria, a 11 de maio.

A estreia está prevista para o dia em que se assinala o 99.º aniversário da primeira aparição, 13 de maio, às 21h00, no grande auditório do Centro Pastoral de Paulo VI, em Fátima, com repetição no dia 15, pelas 16h00.

Após as apresentações em Fátima, o espetáculo estará em cena no Teatro Municipal de Bragança, viajando depois para o Brasil, onde será exibido em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Rec

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Maio é um mês rico em atividades da Pastoral Familiar

Em pleno tempo Pascal, o Senhor Patriarca convoca-nos a todos para a Festa da Vida e da família. Este ano esta festa fica enriquecida pela recente exortação apostólica Amoris Laetitia que na sequência das assembleias sinodais coloca a família no centro da vida da Igreja e do mundo e nos lança tantos e tão belos desafios pastorais para que as nossas comunidades sejam cada vez mais família de famílias.

Encontro "o rosto da Misericórdia"

A Pastoral da Família e a Escola de Oração de São José propõe um dia de oração e reflexão com o tema "O Rosto da Misericórdia".
Por ser a primeira vez que realizamos este encontro e dada a sua especificidade, tivemos a necessidade de o orientar apenas a pessoas separadas/divorciadas e que não sejam recasadas. Certamente que numa outra oportunidade, iremos orientar uma nova edição deste encontro, para pessoas noutras situações.

Este dia de oração e reflexão realizar-se-á a 7 de Maio, entre as 9h30 e as 19h00, na paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes - Parque das Nações – Lisboa, e decorrerá sob a orientação da Comunidade Emanuel e do Pe. Fernando Neves dos Santos.

As inscrições podem ser realizadas aqui.

Festa da Vida e da Família



-Programa e outras informações práticas

-Local da festa: A festa será na Casa do Gaiato de Lisboa, em Santo Antão do Tojal, Loures. Consulte o mapa aqui. É um espaço agradável com muitas sombras, no entanto é aconselhável trazer um chapéu para se protegerem do sol. Para os adolescentes que celebram a festa da vida o início da festa será às 9h30 na Escola João Villaret no Infantado, Loures. A partir das 14h00 juntar-se-ão à Festa da Família na Casa do Gaiato.

-Estacionamento: Os autocarros deixarão as famílias junto à Igreja de São Antão do Tojal, junto à casa do Gaiato, e irão estacionar junto ao Campo de Futebol de Santo Antão do Tojal. No caso dos adolescentes, os autocarros deixá-los-ão na Escola João Villaret e irão estacionar também junto ao Campo de Futebol de Santo Antão do Tojal. Os carros ligeiros estacionarão nas imediações da Casa do Gaiato em lugares indicados para o efeito. Para quem tem dificuldades de locomoção, há estacionamento reservado dentro da Quinta da Casa do Gaiato.

-Feira Familiar: Workshop e outras atividades: A Feira Familiar funcionará das 11h00 às 16h00 e terá cerca de 30 stands com vários movimentos e associações que trabalham na área da Pastoral da Família. Haverá também um espaço de venda e também de refeições leves para quem não quiser levar farnel. Entre as 11h00 e as 13h00 haverá tempo para participar em várias atividades de acordo com a preferência de cada família. A inscrição nestas atividades far-se-á no acolhimento.

-Piquenique: O almoço será em jeito de piquenique nos vários espaços da Quinta. À chegada será indicado o local para poderem deixar o farnel.

-Bodas Matrimoniais: Haverá a oportunidade de celebrar as Bodas Matrimoniais (dez, vinte e cinco, cinquenta e mais anos de casamento), na qual, os casais que celebrem estes jubileus matrimoniais receberão a bênção do Patriarca de Lisboa. As inscrições estão disponíveis, até dia 5 de Maio. Mais informações e inscrições aqui.

-Dinâmica “Dezenas de famílias”:  Pedimos a todas as famílias da nossa Diocese que construam uma dezena do Rosário, e assim participem de uma novena pelas Famílias. Mais informações aqui.

-Mural da Misericórdia: As famílias e paróquias que tiverem feito o Mural da Misericórdia entreguem-no no acolhimento para ficar exposto durante a festa.

sábado, 23 de abril de 2016

Bens Culturais - 'Conservação Preventiva', no Turcifal

O Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja e o Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa organizam, no dia 7 de maio, sábado, no Centro de Espiritualidade do Turcifal, uma ação de formação sobre ‘Património Artístico da Igreja – Critérios e Práticas de Conservação Preventiva’. Esta formação vai permitir “escutar um conjunto vasto de intervenientes que, de modo muito prático, irão expor questões ligadas à conservação preventiva de cada tipologia de objeto”, informa um comunicado. “Desde a pintura até à ourivesaria, talha e mobiliário, escultura e têxteis, serão abordadas as questões essenciais de como conservar de modo a evitar o avançar da degradação dos objetos artísticos”, acrescenta a nota.

C28 - Vede como eles se amam - 5.º Domingo Páscoa (Ano C) - P. Gonçalo P...

DESAFIO-TE:

Sai de casa, mostra aos outros o teu amor por Cristo

quinta-feira, 21 de abril de 2016

FESTA DA VIDA E DA FAMÍLIA: PROGRAMA COMPLETO

No dia 8 de maio a Festa da Vida e da Família tem muitas atividades, encontros, workshops, caminhadas, oração e muito mais.

A iniciativa, uma proposta conjunta do Setor da Pastoral da Família e do Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa vai envolver milhares de famílias, dos mais novos, aos mais velhos na Casa do Gaiato em Loures.

A Festa da família tem início pelas 10h00 com o acolhimento. Seguer-se a oração da manhã, pelas 10h30. às 11h00 realiza-se a Feira Familiar que vai contar com os seguintes workshops:

"Apreciação da fertilidade" (Associação dos Enfermeiros Católicos);
"A misericórdia na ligação emocional com os filhos" (Família e Sociedade);
"Como viver as obras da misericórdia na família" (CENOFA);
"O que é a Vida Eterna?" (Comunidade Emanuel);
"A política como misericórdia" (Federação Portuguesa pela Vida);
"Sinais de alerta no vida do casal" (Movimento das Famílias Novas - Focolares);
"Encontro Mundial das Famílias em Filadélfia - um testemunho" (Elsa e Ricardo Irédio - SNPF);
"A fé em Família" (Equipas de Nossa Senhora);
"Comunicação na vida do Casal" (Encontro Matrimonial);
"Comunicar em família" (Equipa da Pastoral da Família da Vigararia de Sintra).
"Apresentação de um livro para crianças: «As minhas orações»" (Booksmile);
"Apresentação do livro «A família gera o mundo» - catequeses do Papa Francisco sobre a família (Paulus);

Da parte da tarde haverá tempo para animação musical e testemunhos. O dia termina com a eucaristia presidida pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.
Festa da Vida 2016

Os adolescentes do 8 ano da catequese do Patriarcado de Lisboa, andarão, durante todo o dia a desvendar "A Missão Bom Samaritano". O acolhimento será realizado a partir das 9h30 na Escola João Villaret, no Infantado, com animação ao ar livre.

Pelas 10h30 os adolescentes começam a desvendar a missão à luz dos diferentes carismas. Pelas 11h30 é hora da apresentação do significado do estandarte a outros grupos seguido dealmoço.

Da parte da tarde um peddypapper vai levá-los até à missão final.

Padres Agostinhos organizam o "VOA" à noite, de 7 para 8 de maio


Presentes nas paróquias de São Domingos de Rana e Santa Iria de Azóia, os Padres Agostinhos vão organizar, na noite e madrugada de 7 para 8 de maio, a 1ª VOA (Vigília de Oração Agostiniana). O desafio é uma peregrinação, no contexto do Ano da Misericórdia proclamado pelo Papa Francisco, com início no Convento da Graça de Lisboa – onde haverá uma Vigília de Oração –, a que se segue o percurso a pé (21 quilómetros) até São Domingos de Rana, sempre junto ao Tejo. Na igreja jubilar da Vigararia de Cascais, após a caminhada durante a noite, será celebrada, pelas 9h00, a Eucaristia de conclusão da atividade.


Patriarcado de Lisboa

O Pré-Seminário organiza uma peregrinação vocacional para rapazes entre 29 de Abril e 1 de Maio. Esta peregrinação terá como tema “Como Eu vos amei”.

Comunicação sobre a Exortação Apostólica 'Amoris Laetitia'

“Para compreendermos melhor o que possa acontecer no âmbito da Penitência e da Eucaristia – certamente mais vasto do que a absolvição e a comunhão propriamente ditas – atendamos, para já, ao recente conselho do Papa: «Tenho de dizer aos confessores: falem, ouçam pacientemente e acima de tudo digam às pessoas que Deus quer o seu bem. E se o confessor não pode absolver, que explique porquê, mas que não deixe de dar uma bênção, mesmo sem absolvição sacramental. O amor de Deus também existe para quem não está disponível para receber o sacramento»”
- Leitura breve de D. Manuel Clemente sobre a Exortação Apostólica “Amoris Laetitia” sobre o amor na família. Leia o texto em: http://goo.gl/K5CLl0

quinta-feira, 14 de abril de 2016

C27 - Follow the Leader - 4.º Domingo Pascoa (Ano C) - Manuel Rodrigues

DESAFIO-TE:
Nunca percas a esperança nem esqueças quem é o verdadeiro pastor.

Mais de mil catequistas em Torres Vedras, no próximo Domingo

Encontro reúne, no próximo domingo, mais de mil catequistas na apresentação da reflexão das Vigararias sobre o número V da Evangelium Gaudium.

A Assembleia dos Catequistas do Patriarcado de Lisboa vai decorrer no próximo domingo, dia 17 de abril, no pavilhão multiusos de Torres Vedras e constituiu-se como um momento forte de “partilha e síntese do trabalho realizado por todos os catequistas das diferentes paróquias e vigararias” no caminho do Sínodo Diocesano. Para o diretor do Setor da Catequese de Lisboa, padre Tiago Neto, é sinal de “alegria a presença de todas as vigararias da diocese neste encontro” bem como a “confirmação do Senhor Cardeal-Patriarca que acompanhará todos os trabalhos desde a manhã e celebrará a eucaristia connosco”.
Na Assembleia Diocesana de Catequistas, para além da apresentação das partilhas das Vigararias, fruto do trabalho de análise do capítulo V da Evangelium Gaudium, terá lugar o lançamento do documento sobre a catequese subordinado ao tema «A alegria do encontro com Jesus». O padre Tiago Neto pretende que este documento «seja trabalhado com a mesma metodologia do guião da assembleia que se constituiu como uma mais-valia no trabalho desenvolvido em todas as paróquias e vigararias”.
Pelas 16h00 os catequistas encerram a Assembleia dos Catequistas do Patriarcado de Lisboa com a celebração da eucaristia que será presidida pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente.
  • A inscrição dos catequistas poderá ser feita a partir do link.

Acólitos - Linda-a-Velha acolhe o 36º EMA

O Serviço Diocesano de Acólitos (SDA) do Patriarcado de Lisboa organiza, no dia 25 de abril, a partir das 9h00, o 36º EMA - Encontro de Ministrantes do Altar, que este ano decorre em Linda-a-Velha, com o tema ‘Onde o acólito está presente, a Misericórdia de Deus deve ser evidente’. “Este encontro é um marco anual muito importante para os acólitos da nossa diocese, permitindo-lhes tomar consciência da dimensão diocesana na qual se inserem, por via da paróquia a que pertencem. É um dia diferente, com realização de diversas atividades preparadas de acordo com os níveis etários e promovendo uma partilha interparoquial”, refere uma carta do diretor do SDA, diácono Pedro Moutinho, a propósito do encontro diocesano de acólitos.

Informações: sda.lisboa@gmail.com
Inscrições aqui